quarta-feira, 5 de julho de 2017

O amor da minha vida sou eu!




Ter uma relação amorosa, ter amigos, uma relação saudável com a família... é muito importante, mas muitas pessoas acabam por levar tudo muito a sério. Será que o nosso bem estar não é tão ou mais importante? Nós somos as pessoas mais importantes das nossas vidas! Digo isso e não, não é um ato de egoísmo, é amor próprio e uma reflexão de que devemos interiorizar esse pensamento todos os dias. Eu entendo, eu sou assim. Aquela que esquece esse pensamento porque prioriza demais os outros, mesmo os que mais amo. Já paraste para pensar se estás bem? Depois de muitos altos e baixos que a vida nos oferece, começo a perceber que realmente o amor da minha vida sou eu. Eu aprendi a me amar, a cuidar de mim, a respeitar-me cada vez mais, a falar comigo sobre os meus erros e a refletir. No meu ponto de vista, somos todos completos se alcançarmos a paz e a felicidade que merecemos com o nosso interior e com aquilo que somos. Não precisamos de dar mais do que aquilo que conseguimos ou mudar porque nos exigem isso. Não. Se eu mudar, é por mim. Ama-te a ti mesmo e dedica-te àquilo que sonhas e que mereces porque, gostares de ti mesmo ou passares a valorizar-te mais, não é de todo deixar de amar os outros. É reconhecer o valor que tens, o quão importante és e a importância da tua felicidade porque quando começamos a ser felizes, as melhores coisas da vida vêm ao nosso encontro...
Beijinho,
Cláudia Fernandes

Sem comentários:

Enviar um comentário